4 de fevereiro de 2019 10:12

Funcionários são capacitados para uso de software que faz monitoramento de obras

Programa Redmine é usado para controle e acompanhamento de obras e garante mais transparência às informações

Programa Redmine permite acompanhar obras que estejam sendo executadas em qualquer município atendido pela Casal

Cerca de 15 funcionários da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) lotados na Unidade de Negócio (UN) Agreste participaram de uma capacitação, na última quinta-feira (31), em Arapiraca, para uso do programa Redmine, software que serve para controle e acompanhamento de obras.

Profissionais lotados nas áreas de cadastro, fiscalização e contratos da UN puderam participar do treinamento, que foi ofertado pela Superintendência de Engenharia (Sueng/VGE), por meio da Supervisão de Acompanhamento e Programação de Obras (Suppac).

De acordo com o supervisor da Suppac, Roberval Lemos, o Redmine, que foi aperfeiçoado pela Gerência de Tecnologia da Informação (Getin) para as necessidades da Companhia, permite fazer o acompanhamento de obras contratadas pela própria Casal e de obras de terceiros que, ao serem finalizadas, terão os empreendimentos repassados para a Companhia operar.

Ao acessar o Redmine, os gestores dos contratos ou fiscais de obras podem descrever a situação atual do trabalho, incluir fotos, bem como ter acesso ao número do contrato, objeto, valor contratual, valor medido, valor aditivado (se houver), empresa prestadora do serviço ou firma executora.

“Esse acompanhamento por meio do Redmine permite que a Diretoria da Casal, ou a superintendência da área, tome decisões para melhorias e finalização do trabalho. É também uma forma de dar mais transparência às informações sobre obras”, apontou Roberval Lemos.

O software é acessado diretamente pela intranet da Companhia, com usuário e senha individuais após o treinamento. Em breve, segundo Roberval, a capacitação será levada para outras Unidades de Negócio da empresa para que, assim, sejam formados multiplicadores em uso do Redmine.

4 de fevereiro de 2019 10:12

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *